quinta-feira, 27 de abril de 2017

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 11

Bom dia, bom dia!!!

Finalizando a saga de estudos com as questões das provas escritas do último Entrevero, trago hoje a prova da Categoria Peão!!!

Lembrando que não basta apenas estudar questões de provas e/ou resumos... o ideal mesmo é enfiar a cara nos livros (da bibliografia indicada) e tentar ler todos eles antes do Concurso.

Mas é claro que estudar perguntas sempre ajuda... é um ótimo método de revisão, então se tu estás te preparando pra Ciranda ou Entrevero de entidade, regional ou estadual, procura aí no arquivo do blog que existem diversos outros posts com questões de prova, que vão da parte 1 até a parte 10.

O gabarito das questões está ao final!

PROVA ESCRITA 29º ENTREVERO CULTURAL DE PEÕES
CATEGORIA PEÃO – FASE ESTADUAL

1ª PARTE: TRADIÇÃO, TRADICIONALISMO E FOLCLORE


01. O mesmo sentimento nativista que percorria os campos do Rio Grande do Sul. invadia o Uruguai. Por isso, no ano de ________ foi fundada a entidade ___________________ por ________________, que servia de inspiração para João Cezimbra Jaques fundar o Grêmio Gaúcho em Porto Alegre. Complete a frase:
a - 1868 - Paternon Literário - Caldre Fião
b - 1894 - Sociedade La Criolla - Dr. Elias Regules
c - 1898 - União Gaúcha - João Simões Lopes Neto
d - 1885 - Club Gaúcho Arealense - Juarez de Castilhos

02. Segundo Antonio Augusto Fagundes em seu livro "Curso de Tradicionalismo Gaúcho", nativismo é:
a - O culto dos valores que os antepassados nos entregaram
b - Uma ciência
c - Um movimento cívico-cultural
d - O amor que a pessoa tem pelo chão onde nasceu

03. Em 07 de setembro de 1947, Paixão Cortes, acompanhado de _________________ e _________________, retiraram uma centelha da Pira da Pátria e a transportaram para o Colégio Júlio de Castilhos, construindo o primeiro Candeeiro Crioulo. Os nomes que completam a frase são:
a - Glaucus Saraiva e Barbosa Lessa
b - Antonio João de Sá Siqueira e Orlando Jorge Degrazia
c - Cyro Dutra Ferreira e Fernando Machado Vieira
d - Fernando Machado Vieira e João Machado Vieira

04. Na liturgia católica, corresponde a Pentecostes, pois comemora a descida do Espirito Santo sobre os Apóstolos. Estamos falando de:
a - Festa do Divino
b - Nossa Senhora dos Navegantes
c - Festas Juninas
d - Corpus Christi

05. Na culinária gaúcha, temos um ensopado com pedaços de charque da manta da barrigueira, exclusivamente, que é chamado de:
a - Cabo-de-Relho
b - Puchero
c - Arroz de Carreteiro
d - Engasga gato

06. No linguajar gaúcho, a expressão "Negador de estribo" significa:
a - Sujeito sem palavra para sustentação em negócios
b - Cavalo mal domado
c - Pessoas que andam ao sabor dos conhecimentos
d - Alguém que nega algo a alguém

07. _________________________ fixa os objetivos do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Sua autoria é de Glaucus Saraiva e foi aprovada em 1961, no _______________________.
a - A tese "O Sentido e o Valor do Tradicionalismo" - 1º Congresso Tradicionalista em Santa Maria
b - A tese "O Sentido e o Alcance Social do Tradicionalismo" - 6º Congresso Tradicionalista em Dom Pedrito
c - O Plano Vaqueano - 5º Congresso Tradicionalista em Santa Maria
d - A Carta da Princípios - 8º Congresso Tradicionalista em Taquara

08. Os pelegos são feitos de couro da ovelha ou carneiro e são colocados em cima do lombilho para dar mais conforto ao cavaleiro, também são chamados de:
a - Mango
b - Cochonilho
c - Maneia
d - Soveu

09. Das afirmações abaixo todas estão corretas, EXCETO:
a - O Conselho Diretor e a Junta Fiscal são órgãos normativos do MTG
b - Compete a Convenção Tradicionalista criar e extinguir Regiões Tradicionalistas
c - As reuniões da Convenção Tradicionalista são dirigidas pelo Presidente do MTG
d - O Conselho de Ética é um órgão de assessoramento da administração do MTG

10. A trilogia "O tempo e o vento" é obra de:
a - Luiz Carlos Barbosa Lessa
b - João Simões Lopes Neto
c - Glaucus Saraiva
d - Érico Veríssimo

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL E DO BRASIL

11. A área das primeiras reduções construídas pelos jesuítas espanhóis, nas terras onde hoje fica o Estado do Paraná, foi chamada:
a - Sete Povos das Missões
b - Colônia do Sacramento
c - Rio Grande
d - Guairá

12. Em 1634, a primeira tropa de gado foi trazida da Argentina para o Rio Grande do Sul, marcando assim a introdução do gado no Estado. O responsável por esta façanha foi:
a - Padre Cristóbal de Mendoza Orellana
b - Padre Roque Gonzales
c - Raposo Tavares
d - Padre Francisco Garcia

13. Em relação à história dos Sete Povos das Missões podemos afirmar que:
a - Tiveram início em 1738, após o Tratado de Madri
b - Tiveram início em 1682 com a criação da redução de São Francisco de Borja, e por conseguinte, São Luis Gonzaga, São Lourenço Mártir, São Miguel Arcanjo. São Nicolau, São João Batista e Santo Ângelo
c - Tiveram início em 1614 nas reduções do Guairá (1610 - 1628) das quais surgiram as reduções denominadas: São Francisco de Borja, São Luis Gonçalo, São João Batista, São Miguel Arcanjo, Santo Expedito de Nóbrega, Santo Ângelo e São Lourenço Mártir
d - Tiveram início em 1682 nas reduções de Jesus-Maria-José, que posteriormente foram denominadas: São Francisco de Borja, São Luis Gonçalo, São João Batista, São Miguel Arcanjo, Santo Expedito de Nóbrega, Santo Ângelo e São Lourenço Mártir.

14. Fundada em 1680 pelo português Dom Manuel Lobo, serviu para marcar a presença portuguesa em território dominado pelos espanhóis e como porto para o comércio. Estamos falando:
a - Missões Jesuíticas
b - Colônia de Montevidéu
c - Laguna
d - Colônia do Sacramento

15. A reserva denominada Vacaria do Mar foi:
a - Descoberta pelos italianos, os quais passaram a utilizá-la apenas para enviar mulas para a feira de Sorocaba em São Paulo
b - Utilizada pelos espanhóis para fundação de estâncias. Somente em 1839 passaram a enviar animais para a feira de Sorocaba, no Rio de Janeiro
c - Utilizada por portugueses e espanhóis, os quais passaram a abater os animais para tirar o couro e o sebo. Os tropeiros por sua vez utilizavam a reserva para levar tropas para Sorocaba
d - Foi constituída por animais trazidos para a pampa originalmente pela expedição de Raposo Tavares

16. Podemos afirmar que em 1752, em função do Tratado de Madri, os açorianos ocupariam os lugares povoados pelos índios dos Sete Povos das Missões, mas enquanto isso não ocorria acabaram se arranchando no local onde hoje é:
a - Viamão, Rio Grande e Rio Pardo
b - Porto Alegre, Caçapava e São Borja
c - Caxias do Sul, São Leopoldo e Portão
d - Uruguaiana, Rio Grande e Mostardas

17. Sobre os imigrantes alemães no Rio Grande do Sul, todas as afirmações estão corretas, EXCETO:
a - A imigração alemã trouxe muitas consequências para o RS, na esfera econômica e social
b - Os primeiros imigrantes chegaram ao RS em julho de 1824
c - A alimentação embasa-se na feijoada
d - Chamados de colonos alemães ocuparam o Vale dos Sinos e do Rio Caí, estabelecendo-se em linhas e picadas

18. Leia com atenção:
"Camaradas! Nós que compomos a Primeira Brigada do Exército Liberal, devemos ser os primeiros a proclamar, como proclamamos, a independência desta província, a qual fica desligada das demais do Império e forma um Estado livre e independente, com o título de República Rio-Grandense e cujo manifesto às nações civilizadas se fará oportunamente. Camaradas! Gritemos pela primeira vez: viva a República Rio-Grandense. Viva a independência! Viva o exército republicano Rio-Grandense."
Este trecho histórico tem a ver com:
a - O início do período republicano no Brasil, influenciado pela Guerra dos Farrapos
b - A proclamação da República Rio-Grandense por Antônio de Souza Neto, após a vitória dos farrapos nos campos de Seival
c - A proclamação da República Rio-Grandense por Bento Gonçalves, após a vitória dos farrapos nos campos de Ponche Verde
d - A proclamação da República Rio-Grandense por Giuseppe Garibaldi, durante a Revolução Farroupilha

19. De 1893 a 1895 ocorreu uma luta sangrenta no Rio Grande do Sul, denominada Revolução Federalista. Naquela época um importante líder político escreveu a um aliado a seguinte mensagem: "Não poupe adversários, castigue nas pessoas e bens, respeitando famílias. Viva a República (...)"
a - Bento Gonçalves Filho
b - Antonio de Souza Neto
c - Julio de Castilhos
d - Flores da Cunha

20. O fim da Revolução de 1923 ocorreu após a assinatura de paz, em Pedras Altas, com a condição de que:
a - Borges de Medeiros não concorresse à Presidência do Estado
b - Que Leonel Brizola concorresse as eleições
c - Borges de Medeiros fosse mais uma vez Presidente do Estado
d - Não houvesse mais eleições de seis em seis anos

3ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

21. O clima predominante no Rio Grande do Sul é subtropical úmido. Das informações abaixo, uma não está correta:
a - O Rio Grande do Sul apresenta características iguais ao clima do resto do Brasil
b - O clima do Rio Grande do Sul tem invernos frios e verões quentes
c - Na região do pampa a temperatura média é inferior a 18º C
d - Na região lagunar, as chuvas são escassas

22. A vegetação se associa ao clima e ao espaço geográfico. Em nosso Estado, podemos então classificá-la:
a - Litorânea, Mata subtropical, Banhado e Mata dos Pinhais
b - Mata subtropical e Campos
c - Litorânea, Mata subtropical, Mata dos pinhais, Mata de galeria e Campos
d - Mata de Pinhais e Campos

23. A bacia do Rio Uruguai é formada pelo Rio Uruguai, seu formador, o Rio Pelotas e mais os afluentes da margem esquerda, que são:
a - Guaíba, Ijuí, Ibicuí e Quaraí
b - Passo Fundo, Ijuí, Piratini, Ibicuí e Quaraí
c - Jacuí, Jaguarão e Piratini
d - Mirim, Sinos, Jacuí e Paraná

24. Os pontos extremos do Rio Grande do Sul ao leste e oeste, são:
a - Uma das curvas do Rio Uruguai e curva da baleia do Arroio Chuí
b - Barra do Rio Quaraí e Rio Uruguai
c - Curva da baleia do Arroio Chuí e Barra do Rio Quaraí
d - Foz do Rio Mampituba e Barra do Rio Quaraí

25. Sobre a formação do relevo gaúcho, todas as afirmações abaixo estão corretas, EXCETO:
a - Um dos locais mais destacados do planalto sul-rio-grandense é o Itaimbezinho
b - O escudo rio-grandense é também conhecido como serras do sudeste
c - A depressão central está localizada ao norte do Estado
d - A ilha dos lobos, única ilha oceânica do Estado, localiza-se no município de Torres

Gabarito
1 - b, 2 - d, 3 - c, 4 - a, 5 - d, 6 - a, 7 - d, 8 - b, 9 - a, 10 - d, 11 - d, 12 - a, 13 - b, 14 - d, 15 - c, 16 - a, 17 - c, 18 - b, 19 - c, 20 - a, 21 - a, 22 - c, 23 - b, 24 - d, 25 - c

E assim finalizamos as publicações das provas do último Entrevero Estadual!
Espero que tenham gostado, e que seja de muito bom proveito.

Ótimos estudos a todos... e não deixem de passar por aqui sempre.

Um abraço, e até logo! :)

quarta-feira, 26 de abril de 2017

1ª Etapa do Circuito de Rodeios da 24ª RT - 2017

Olá olá!

Está se aproximando a 1ª Etapa do Circuito de Danças Tradicionais da 24ª RT deste ano de 2017, e as inscrições já estão abertas! Fiquem ligados... elas vão apenas até o dia 1º de maio!!!

Haverá almoço no CTG Giuseppe Garibaldi, local desta primeira etapa, ao valor de R$ 20,00 com o seguinte cardápio: Massa, carne de panela e saladas.
É importante reservar o almoço com representantes do CTG, ou pela página do CTG no facebook.

Contamos com a presença de vocês!

Provas Artísticas e Orais dos Piás, Guris e Peões Estaduais, 2017/2018

Já que estamos no ritmo da Ciranda Estadual, e do Entrevero que recém passou, vou centralizar aqui pra vocês as Provas Artísticas e Orais dos Piás, Guris e Peões do Rio Grande do Sul, gestão 2017/2018, que a algumas semana realizaram grandes provas no Concurso Estadual.

A TV Tradição sempre registra tudinho, e é do canal no Youtube deles que peguei os vídeos que serão aqui publicados.

Que sirva de inspiração!
Espero que gostem :)

3º Piá Farroupilha
Rafael Pereira da Costa - DTG Clube Juventude - Alegrete - 4ª RT

2º Piá Farroupilha
Gustavo de Souza Moreira - CTG Mata Nativa - Canoas - 12ª RT

1º Piá Farroupilha
Saullo Guilherme dos Santos Dutra - CCTG Lila Alves - Pinheiro Machado - 21ª RT

3º Guri Farroupilha
Gabriel Ferreira - CPF Terra de um Povo - Venâncio Aires - 24ª RT

2º Guri Farroupilha
Eduardo Morais Brum - CTG Sincero Lemes - Vila Nova do Sul - 13ª RT

1º Guri Farroupilha
Pedro Ernanni Dornelles Lago - CTG Tropilha Crioula - São Borja - 3ª RT

3º Peão Farroupilha
Robson Thomas Ribeiro - CTG Tropilha Crioula - Tuparendi - 3ª RT

2º Peão Farroupilha
Sthéfano Marçal Jaques - CTG Oswaldo Aranha - Alegrete - 4ª RT

1º Peão Farroupilha
Jhonatã Reis Leindecker - Sociedade Gaúcha Lomba Grande - Novo Hamburgo - 30ª RT

Um abraço... e até mais ;)

terça-feira, 25 de abril de 2017

​Abertas inscrições para Cfor para Músicos


O Movimento Tradicionalista Gaúcho realiza, no dia 01 de maio, a primeira edição do Cfor para Músicos

O evento acontecerá na sede da entidade, em Porto Alegre, das 14h às 18h. O
 curso é gratuito e as inscrições podem ser feitas até o dia 30 de abril no link http://www.cursos.mtg.org.br/cfor-musicos.

Fonte: MTG

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 10

Olá!!!

Trago para o nosso Cantinho hoje as questões da prova escrita da Categoria Guri, do último Entrevero Cultural de Peões realizado este mês.

Se tu estás te preparando pra Ciranda ou Entrevero de entidades ou regional, já te atraca nos estudos, tchê! Lembrando ainda que existem vários outros posts com questões de prova, que vão da parte 1 até a parte 9, no arquivo do Blog. É só procurar que estão por aí ;)

O gabarito das questões está ao final... mas não vale trapacear! rsrs

PROVA ESCRITA 29º ENTREVERO CULTURAL DE PEÕES
CATEGORIA GURI – FASE ESTADUAL

1ª PARTE: TRADIÇÃO, TRADICIONALISMO E FOLCLORE

01. Os objetivos do Movimento Tradicionalista Gaúcho estão definidos no documento denominado:
a - Plano de Ação Social do MTG
b - Plano de Vaqueanos
c - A Tese o Sentido e o Valor do Tradicionalismo
d - Carta de Princípios

02. Haragano, Maula, Sotreta e Malebra são denominações usadas para indicar o cavalo:
a - Difícil de lidar
b - Recém nascido
c - Que ainda não foi domado
d - Preguiçoso, vagaroso

03. A Colonização Alemã é responsável pela introdução _____________. Complete a frase:
a - Da gaita
b - Do jogo de bocha
c - Dos ninhos de páscoa
d - Dos alambiques

04. Convocar e instalar o Congresso Tradicionalista Gaúcho são competências do:
a - Presidente do Congresso Tradicionalista
b - Presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho
c - Coordenador Regional
d - Vice-Presidente de Cultura do Movimento Tradicionalista Gaúcho

05. Contos Gauchescos e Lendas do Sul são obras de:
a - Glaucus Saraiva
b - Érico Veríssimo
c - João Simões Lopes Neto
d - Manoelito de Ornelas

06. Na modalidade TETARFE, estão incluídos vários jogos. Qual alternativa correta:
a - Tejo, Tava, Argola e Ferradura
b - Argola e Ferradura
c - Tava, Tejo e Ferradura
d - Tava e Tejo

07. A Ronda Gaúcha realizada pelo Departamento de Tradições Gaúchas do Colégio Júlio de Castilhos, em setembro de 1947, teve início com:
a - Decoração do Colégio Júlio de Castilhos com objetos campeiros
b - Desfile gauchesco e um concurso de poesias
c - Retirada de uma centelha do Fogo Simbólico da Pátria
d - Desfile de apresentação de indumentária gaúcha

08. Na tese "O Sentido e o Valor do Tradicionalismo", Barbosa Lessa salienta "As duas grandes questões do tradicionalismo" que são:
a - Atenção aos idosos e assistência ao homem do campo
b - Atenção especial às novas gerações e assistência ao homem do campo
c - Atenção especial aos CTGs e assistência às Coordenadorias Regionais
d - Atenção especial às novas gerações e assistência aos CTGs

09. A Folia de Reis é uma festa de caráter religioso. Ela comemora a viagem dos três Reis Magos e o nascimento de Jesus. No Rio Grande do Sul foi introduzida pelos _________________. Complete a frase:
a - Açorianos
b - Negros
c - Alemães
d - Italianos

10. "O pé, o pé , o pé
A mão, a mão, a mão
Balanceia minha gente
No meio deste salão"
O verso acima refere-se a uma dança tradicional que é _______________.
a - Pezinho
b - Chimarrita
c - Chico Sapateado
d - Caranguejo

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL E DO BRASIL

11. Primeiros habitantes do Rio Grande do Sul que viviam na região do Planalto Brasileiro Meridional, divididos em parcialidades denominadas guaianás ou coroados, estamos falando do ___________________. Complete a frase:
a - Grupo Indígena Jê
b - Grupo Indígena Pampeano
c - Grupo Indígena Guarani
d - Grupo Indígena Minuano

12. Padre Roque Gonzales de Santa Cruz fundou a primeira Redução Jesuítica _____________ na margem esquerda do rio ________________, junto ao rio Piratini. Complete a frase:
a - Santa Ana - Ibicuí
b - São Cristóvão - Jacuí
c - São Nicolau - Uruguai
d - São Tomé - Pardo

13. No dia 19 de fevereiro de 1737 o Brigadeiro José da Silva Paes, alcançou o canal de São Pedro e ali se estabeleceu. Mandou construir uma fortificação que denominou de:
a - Paulo Afonso
b - Sesmaria
c - Tordesilhas
d - Jesus-Maria-José

14. Em 01 de outubro de 1777, portugueses e espanhóis assinaram o ___________________, onde os espanhóis ficavam com  _____________________ e com os Sete Povos das Missões, enquanto Portugal retomava a ilha de Santa Catarina e a __________________.
a - Tratado de Paz - Colônia do Sacramento - Vila de São Pedro
b - Tratado de Madri - Vila de São José - Vila de Rio Grande
c - Tratado de Madri - Colônia do Sacramento - Vila de São Pedro
d - Tratado de Sto Ildefonso - Colônia do Sacramento - Vila de Rio Grande

15. A primeira Charqueada do Rio Grande do Sul foi fundada em 1780, às margens do Arroio __________________ na então freguesia _____________________. Complete a frase:
a - Pelotas - do Rio Grande
b - Pelotas - de São Francisco de Paula
c - Camaquã - de São José do Norte
d - São Pedro - de Piratini

16. A República Rio-Grandense foi proclamada no dia ________________ por ________________. Complete a frase:
a - 11 de setembro de 1836 - Antonio de Souza Neto
b - 20 de fevereiro de 1827 - Pedro de Alcântara
c - 10 de setembro de 1837 - Bento Gonçalves
d - 30 de abril de 1838 - Silva Tavares

17 . As capitais do Rio Grande do Sul foram:
a - Colônia de Sacramento, Laguna e Rio Grande
b - Rio Grande, Viamão e Porto Alegre
c - Rio Grande, São Miguel e Porto Alegre
d - Piratini, Caçapava e Alegrete

18. Em 1961 o governador do Estado __________________ liderou o Movimento pela Legalidade, com o objetivo de garantir a posse do vice-presidente da República, o gaúcho João Goulart, depois que o presidente Jânio Quadros renunciou.
a - Borges de Medeiros
b - Leonel de Moura Brizola
c - Júlio de Castilhos
d - Getúlio Vargas

19. Sobre a Revolução Federalista de 1893, todas as alternativas abaixo estão corretas, EXCETO:
a - Inciou com a invasão de Gumercindo Saraiva e Gaspar Martins, vindos do Uruguai
b - A batalha do Rio Inhanduí, considerada a mais importante do período, foi vencida pelos federalistas
c - Foi um período de grande violência, caracterizada pela prática da degola
d - A paz foi assinada em 23 de agosto de 1895, em Pelotas

20. Com a Revolução Farroupilha um dos objetivos dos revoltosos era:
a - Ter seus interesses públicos e econômicos respeitados pelo centro do país
b - Tornar o Rio Grande do Sul o Estado mais rico do Brasil
c - Aumentar a extensão de terra do Rio Grande do Sul
d - Aumentar o número de Estâncias e Charqueadas

3ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

21. No mapa ao lado, os pontos assinalados identificam:
A - Lagoa Mirim
B - Lagoa dos Patos
C - Canal São Gonçalo
D - Lagoa Mangueira

Das alternativas, podemos afirmar:
a - Todos os pontos assinalados estão incorretos
b - Somente os pontos A e B estão corretos
c - Todos os pontos assinalados estão corretos
d - Somente o ponto A está correto

22. A pecuária gaúcha caracteriza-se por se desenvolver em sistemas extensivos de produção e os municípios que se destacam são:
a - Piratini, Cruz Alta, Tupanciretã e Santo Augusto
b - Palmeira das Missões, São Sepé, Santiago e Bagé
c - Encruzilhada do Sul, Santa Maria, Dom Pedrito e Tupanciretã
d - Sant'Ana do Livramento, Alegrete, Dom Pedrito e São Gabriel

23. Sobre o clima do nosso Estado, é correto afirmar:
a - Apresenta características iguais ao clima do resto do Brasil
b - É subtropical úmido
c - Apresenta verões extremamente chuvosos
d - O inverno tem frio brando e verões não muito quentes

24. A vegetação associa-se ao clima e ao espaço geográfico. A vegetação litorânea é aquela formada por:
a - Araucárias
b - Vegetação rasteira
c - Florestas
d -  Herbáceas e capões

25. O relevo formado por rochas do período pré-cambriano e por isso desgastado pela erosão e abrange as cidades de Camaquã e Canguçu é denominado _____________. Complete a frase:
a - Planalto Sul-Rio-Grandense
b - Depressão Central
c - Escudo Sul-Rio-Grandense
d - Planície Costeira


Gabarito:
1 - d, 2 - a, 3 - c, 4 - b, 5 - c, 6 - a, 7 - c, 8 - b, 9 - a, 10 - d, 11 - c, 12 - c, 13 - d, 14 - d, 15 - a, 16 - a, 17 - b, 18 - b, 19 - a, 20 - a, 21 - c, 22 - d, 23 - b, 24 - b, 25 - c.

Não deixe de visitar sempre o nosso Blog.
Daqui poucos dias serão publicadas também as questões da categoria PEÃO!

Agora, bora estudar que os concursos estão chegando!!!
Muito sucesso a todos! :)

Cantinho Gaúcho entrevista: Ana Paula Vieira Labres

É com muita alegria que hoje publico aqui no nosso Cantinho mais uma entrevista super bacana *-*

Em plena contagem regressiva pra mais uma Ciranda Estadual de Prendas (faltam 30 dias!!!), trago pra vocês uma entrevista especial com nada mais, nada menos, que a Madrinha desta 47ª Ciranda, que já ostentou o encargo de 3ª Prenda do Rio Grande do Sul, Ana Paula Vieira Labres!

Espero que gostem! :)

3ª Prenda do Rio Grande do Sul, 2005/2006

1. Olá Ana! Que felicidade contar com a tua participação aqui no Cantinho Gaúcho. É sempre uma alegria imensa receber os amigos de longa data por aqui... ainda mais sendo uma prenda exemplo como tu és. Tenho certeza que muitos querem saber mais sobre ti, teu início no movimento e os rumos que a tua caminhada no tradicionalismo tomou. Podes contar um pouquinho pra gente?
Prezada Carol, é motivo de muita alegria ser convidada para participar deste canal tão bacana como é o seu blog. A minha participação demorou um pouquinho, mas aí está (risos).
Quando criança eu participei do concurso de prendas da escola Alcides Conter, de São Jerônimo (onde eu morava), sendo eleita “1ª Prendinha”, e também dançava no grupo de danças mirim da escola.
No entanto, minha participação ativa no Movimento Tradicionalista Gaúcho ocorreu após a minha participação no Concurso de Prendas do CTG Província de São Pedro de Tapes - 16ª RT, em 1999, quando tive a honra de conquistar a faixa de 1ª Prenda Juvenil, no dia 05 de dezembro (data do meu aniversário). Antes disso, porém, em 1997, participei do Sarau da Prenda Jovem do CTG e de diversos cursos de danças.

1ª Prendinha

1ª Prenda Juvenil do CTG Província de São Pedro, gestão 1999/2000

Projetos MTG vai à escola e projetos sociais

Com o meu peão de diversos concursos e meu irmão, Cristiano Vieira Labres

2. Em 2005 fostes anunciada como 3ª Prenda do Rio Grande do Sul. Nos conte sobre esta experiência, a preparação intensa, as amizades, e o que de mais importante tu levastes pra tua vida, deste ano enquanto nossa representante.
Eu tive a honra de participar da Ciranda Cultural de Prendas, em dois momentos (2001 e 2005), ambas em Porto Alegre.
Em 2005, quando fui eleita 3ª Prenda do Rio Grande do Sul, a preparação foi de muita dedicação, com mais intensidade nos últimos meses que antecederam o concurso. Emagreci, diminuí o número de disciplinas na faculdade, e me esforcei muito. Estudei muito, muito e muito. A casa inteira era “decorada” com cartazes de anotações importantes para a prova escrita (risos).
Naquele tempo, não tínhamos acesso tão facilitado às obras literárias como ocorre hoje. Então, eu buscava-as em diversas bibliotecas e solicitava o empréstimo para amigos. Fazia os resumos dos livros e estudava. Hoje em dia, muitos resumos já vêm prontos de alguma pessoa, o que muitas vezes, limita a prenda ou o peão de produzir o seu próprio material de estudo.
Além disso, a ajuda da família e amigos foram alicerces fundamentais para a conquista do título.
Como prenda do Rio Grande do Sul, as atividades e a participação em eventos foi muito intensa. Fiz muitas amizades, e viajei para muitas cidades.
Dessa experiência, eu levo muito orgulho, conhecimento, um entendimento de que o tradicionalismo é tão grandioso, que vai muito além de concursos de danças, de prendas, entre outros, que devemos ser cordiais com todas as pessoas, independente de cargos ou funções, e que a simplicidade é um valor muito importante para nós, tradicionalistas. “Ser simples, é o que nos faz ser grandes”.

1ª Prenda da 16ª RT, gestões 2000/2001 e 2003/2004

Com os padrinhos da 35ª Ciranda Estadual, tio  Cyro e tia Cira

3. Durante estes muitos anos ativa no Movimento, tu passastes por muitas atividades diferentes, como avaliar concursos de prenda e peão, nos níveis entidade, regional e estadual, avaliar indumentária, palestrar por todos os cantos do Estado, etc. Existe algum destes segmentos que mais te completa, te realiza? Deve ser difícil escolher um só... mas ninguém disse que esta entrevista seria moleza... hahah
Eu admiro, gosto e aprecio os diversos “segmentos” existentes no Movimento, mas como já fui prenda de faixa, gosto muito de estar envolvida com as prendas e os peões, por meio de avaliações e troca de experiências, contribuindo um pouco com o meu conhecimento. Isso me faz bem!
Também me sinto muito feliz ao auxiliar as pessoas nas questões da indumentária e suas diretrizes.

35º Concurso Estadual de Prendas, quando ganhei a faixa de Prenda do  RS

Com o padre Amadeo Canellas

3ª Prenda do Rio Grande do Sul, 2005/2006

3ª Prenda do Rio Grande do Sul, 2005/2006

4. Que conselhos tu podes dar a todos aqueles que sonham em ostentar um título de Prenda ou Peão Estadual? Existe fórmula ou receita para o sucesso?
Ser prenda ou peão estadual, ou regional, ou ainda de entidade, é mais que um cargo. É um encargo, ou seja, é uma responsabilidade, um dever. Com ele, tu tens ainda mais comprometimento. Ser “estadual” é respeitar e ser cordial com o próximo, é propagar o tradicionalismo autêntico, é se dedicar às tarefas, é participar de eventos, é ter apreço pelo título que ostenta, independente, do número descrito na faixa ou no crachá.
Acredito que não há uma “fórmula”, além de querer. Se tu queres mesmo o título, se é algo que vem de dentro do coração, se tu não estás participando por imposição de outra pessoa ou “para se aparecer”, ou se preparando apenas para conquistar o pedaço de couro, o sucesso chegará. E o orgulho vem junto!
Claro que além do “querer”, os estudos também são muito importantes.

3ª Prenda do Rio Grande do Sul, 2005/2006

36º Concurso Estadual de  Prendas, quando entreguei a faixa

Lembrança de quando entreguei a faixa de prenda do RS

5. Existe algum momento da tua trajetória tradicionalista que mais te marcou, ou algum acontecimento especial que queiras compartilhar com a gente, além do título Estadual?
Bem Carol, são muitos os acontecimentos que me marcam. E a todo momento eles ocorrem! Um deles, foi o convite especial de ser Madrinha desta 47ª Ciranda Cultural de Prendas, que ocorrerá em Bagé, e ser a homenageada da Semana Farroupilha de Tapes, em 2011. Convites tão saudosos e importantes, que me enchem de alegria.
Dentro do tradicionalismo eu já participei de inúmeras ações, e todas elas só me ensinaram a ser a tradicionalista que sou hoje.
Assim como muitas pessoas que se dedicam ao tradicionalismo, já desenvolvi diversas atividades dentro do CTG Província de São Pedro. Também, já fui relatora de Congresso Tradicionalista, avaliadora do Enart, da Mostra Folclórica do Enart, do Concurso de Prendas e Peões da CBTG, de Cirandas e Entreveros Estaduais e Regionais, do Festival Matogrossense de Arte e Tradição Gaúcha (FEMART), entre outros.
Outro fato marcante, foi participar do Projeto Rondon, no Piauí, e levar para a comunidade de lá o traje e a música do Rio Grande do Sul, juntamente, com os meus colegas rondonistas.
Eu sou muito feliz por ter, no meu cotidiano, pessoas do bem. E assim são os tradicionalistas de fé: pessoas do bem.
Encontrar com amigos, trocar ideias, ver pessoas se dedicando a uma causa tão nobre, ver crianças se apresentando nos CTGs, saber que jovens passam os finais de semana em um lugar tão sadio como as entidades tradicionalistas, ver prendas, como tu, se dedicando ao tradicionalismo, mesmo não ostentando um faixa no peito, reencontrar ex-prendas e peões engajados ao Movimento, são acontecimentos especiais.

Relatora do 53º Congresso  Tradicionalista

Avaliadora do Enart

Avaliadora e comissão integralizadora de Concurso de Prendas e Peões

6. Não tenho dúvidas que a trajetória que tu construístes no Movimento Tradicionalista deixou marcas pra muitos, e é exemplo para diversas Prendas e Peões deste nosso Rio Grande afora, inclusive pra mim. O que esta tua história significa, de mais importante, pra ti como pessoa?
Fico muito feliz em ser considerada uma prenda “exemplo” e com muita ética, apesar de achar que tenho muito a colaborar com o Movimento.
O tradicionalismo me ensinou a ser uma cidadã. Uma pessoa do bem! Uma pessoa do querer bem ao próximo, de ser solidária.

Ana, querida, deixo um enoorme agradecimento a ti pela participação tão especial aqui no blog. Tenho certeza que todos nossos leitores vão adorar te conhecer melhor, e saber o quão especial é a tua história no Tradicionalismo. Muito, muito obrigada!

Um beijo grande, com carinho.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

2º Guri Farroupilha do RS - Eduardo Morais Brum

Vamos conhecer hoje Eduardo Morais Brum, que recebeu o encargo de 2º Guri Farroupilha do Rio Grande do Sul no último Entrevero Estadual na cidade de São Sebastião do Caí!


"Me chamo Eduardo Morais Brum, tenho 16 anos de idade e curso o terceiro ano do 
Ensino Médio em minha cidade de origem Vila Nova do Sul. 

Iniciei na vida tradicionalista muito pequeno participando dos Desfiles de 20 de Setembro, 
dos fandangos Mirins em meu CTG, nas aulas de chula, nas cavalgadas, nos tiros de laço e
 também nas danças tradicionais e declamando. 



Tive como inspiração para o Entrevero Regional os amigos Andrei Seixas e 
Guilherme Callegaro que foram também representantes da 13ª RT em gestões Estaduais, além 
do legado deixado a todos nós jovens pelo Grupo dos Oito. 

Decidi que queria ser Guri do RS em minha Entidade no ano de 2015, 
quando ocorreu o concurso interno. A preparação contou com o apoio de diversas pessoas, 
da minha família, do meu CTG e da minha Região. 



Foi muito estudo, leituras... Participação em eventos e tentei conhecer ao máximo as 
atividades desenvolvidas pelo MTG. Porém, hoje acredito que a verdadeira
 preparação aconteceu mesmo em tenra idade. Para nossa Gestão espero muita união, 
conhecimento e que possamos juntamente com as Prendas dar continuidade ao trabalho da 
Gestão anterior e trazer para o Movimento o maior número de Jovens, 
tendo como exemplos nossos Tradicionalistas Veteranos.

Um abraço. 
Eduardo Morais Brum, 2º Guri Farroupilha do RS"

Muito obrigada pela tua participação, Eduardo, e parabéns por esta grandiosa conquista!
Uma ótima gestão pra ti e teus colegas...muito sucesso!

Um forte quebra-costelas a todos... e até mais! ;*

Fotos #VemProMate 2017

Bom dia, bom diia!!!

Hoje comemoramos mais uma vez o dia do nosso querido e inseparável mate, e trago aqui pro Cantinho Gaúcho alguns registros da maior roda de chimarrão do mundo, realizada sempre nesta data especial!

Selecionei algumas fotos que vou publicar agora pra vocês... e ao longo do dia ainda vou atualizando, porque é foto que não acaba mais! :)

Quem sabe a tua também apareça por aqui!

Espero que gostem *-*

Blog Cantinho Gaúcho

Adriana Borille

Adriene Antunes

Alessandra Hoppen

Aline Geller

Aline Jasper

Aline Rabaiolli Giongo

Alyne Guimarães Motta

Amanda Souza

Ana Carla Weber

Ana Santos

Anarlique Schneider

Ana Paula Delazeri

Andrei Fonseca

Andrine De Mari Cenci

Andressa Motter

Anelise Anjos

Asuir João Silberschlag - Folha do Mate

Barbara Akemi

Betina de Faria Hugo

Brenda Magni

Bruna Bussmann

Bruna Colossi - RBS TV

Bruno Martini Pavoni ♥

Camila Portilho

Camilo Mello

Caren Tatieli Pinheiro

Carol Lopes

Caroline Lemos

Críslei Von Mühlen

Cristiane Maria da Rosa

Cultura Gaúcha

Daiane Pereira

Danielle Schirmann

Debora Oliveira da Silva - Invernada Adulta CTG Tropel de Caudilhos

Delamari L. F. Finger

Diana Juciéli Ribeiro

Diego Francisco Pereira Lopes

Dep. Cultural - 7ª RT

Diéllen Soares

Diogo da Silva dos Santos

Edmar Schaefer dos Santos

Eduarda Hartwig

Eduarda Polo

Eliana Witt Soares

Elomir Malta

Érica Silva

Ester Zanini de Pizzol

Evelyn Neves

Fabiana Portella

Felipe Alérico

Fernanda Benincá

Filipe Pavani

Franciele Soares

Frantchesca Victória B. Cerezoli

Fredi Camargo

Gabi Rennhak

Gabriel Ferreira

Gabrielle Goellner

GF Fogo de Chão

Gilcéia Souza

Gilda Galeazzi

Giovani Grizotti - Repórter Farroupilha

GPF Aldebarã

Gregori Cordeiro

Guria Campeira

Gustavo de Souza Moreira

Henrique Becker dos Santos

Iara Vanice Rott

Igor Correa

Isabel Von Mühlen

Isabella Nunes

Jeferson Ennes

Jeferson Lodéa

Jéssica Villar

João Batista D. Genro

João Junqueira

Joice Rezes

Jornal do Mercado

Julia Machry

Júlio Bartzen de Araújo

Juraci Tonezer dos Santos

Kamila Costha

Katya Wingert

Kelvyn Krug

Kettlen Pedrozo

Lariane Mota

Laura Frota

Léo Bruno

Leonilda Bouvie

Liandra Pereira

Lisa Noal Beckmann Fighera

Lourdes Baú

Lucas da Silva Jardim

Lucas Motta

Lucas Vieira

Luce Carmen Mayer

Luis Felipe Baranzelli

Luisa Tormöhlen

Luiz Velasque

Luinny Damé

Mábia Nunes Lodéa

MC Software

Magno Baú Ayres

Manoela Zanini de Matos

Manu Carvalho

Marcelo Cantiliano Perez

Marcelo Schaeffer dos Santos

Marcia Benites - CTG Vaqueanos da Tradição

Marcio Bosa

Márcio Lima Santos

Mari Ferreira

Maria Clara de Medeiros

Maria Deroci

Maria Eduarda Lima

Maria Eduarda Meotti

Marilane P. Mendes

Marlon Mullich

Marquinhos Molinari

Melina Knopp

Michel dos Anjos

Michele Lang Nunez

Moni Morais

Nairo Callegaro

Natal Jose Marchioro

Nathália Bruchiz

Nelcinho Schaefer dos Santos

O Alto Uruguai

Odila Paese Savaris

Pamela Azevedo

Pâmela de Lima da Costa

Paola Carvalho

Pedro Ernani Lago

Rafael da Costa

Rafael de Oliveira

Ramiro Grethe Bregles

Rede Vivo Supermercados

Roberta Castilhos

Rois Delgado

Roselaine Dias Louzada

Rosmere Delgado

Sandra Rieth

Sandra Stürmer

Sergio Kaercher

SESC Farroupilha

Silvane C. Linda Flor

Silvane Rodrigues de Souza

Silvani Fruet Martins

Sonia Mª Bouvie dos Santos

Sthéfano Jaques

Suellen S. Salla

Tabita Raquel

Tatiane Klaus de Araujo

Tiago de Menezes

Tiago Machado Veleda

Thais Dutra

CTG Tropilha Farrapa - Dep. Cultural

Vera Macedo Silveira

Vera Lucia Otton

Vera Oliver

Vitor Lopes

Vitória Montanha

William Santos

Caso alguém não apareceu aqui, mas também quer a sua foto publicada, é só me mandar um recadinho que eu posto com muito gosto! Me chama nas redes sociais, dá um grito!!! rsrs

E não esqueça de usar as hashtags #VemProMate e #CantinhoGaúcho na legenda da tua publicação!!!

Uma ótima semana a todos!
Grande abraço.