quinta-feira, 24 de maio de 2018

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 24


PROVA ESCRITA 48ª CIRANDA CULTURAL DE PRENDAS
CATEGORIA JUVENIL – FASE ESTADUAL
1ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

01. O Rio Grande do Sul possui diferentes unidades de relevo, cada qual com suas características. Leia com atenção e assinale com V se a afirmação for verdadeira e com F se for falsa.
A - O Escudo Rio-Grandense também é conhecido como Serras de Sudeste. As principais cidades desta região são Canguçu e Camaquã
B - A Planície Costeira corresponde a uma faixa de rochas do período pré-cambriano e desgastadas pela erosão
C - A Depressão Central não ultrapassa 400 metros de altitude
D - O Planalto Sul-Rio-Grandense fica no nordeste do Estado, onde ficam as partes mais elevadas, podendo chegar a mil metros

Agora, assinale a alternativa que contém a sequência correta:
a - V - V - V - F
b - V - F - V - V
c - F - V - F - V
d - F - F - V - V

02. ANULADA

03. Existem dois tipos de unidades de preservação ambiental: as unidades de proteção, que proíbem a exploração de seus recursos e as unidades de conservação, que permitem a utilização de seus recursos mediante cuidados planejados e previstos em lei. Qual foi a primeira unidade de conservação da natureza a ser criada no Rio Grande do Sul?
a - O Parque Estadual do Turvo
b - A Floresta Nacional de Canela
c - O Parque Nacional da Lagoa do Peixe
d - O Parque Estadual do Delta do Jacuí

04. O desenvolvimento das indústrias no Rio Grande do Sul só é possível graças ao fornecimento considerável de energia elétrica. A hidrelétrica _______________ junto ao Rio Jacuí e as hidrelétricas Itá e Machadinho, estão construídas no alto curso do _______________.

Escolha a opção adequada  para completar corretamente as lacunas:
a - Dona Francisca - Rio Uruguai
b - Itaipu - Rio das Antas
c - Dona Francisca - Rio Ibicuí
d - Itaipu - Rio Vacaria

05. Com relação a vegetação do Estado do Rio Grande do Sul assinale a alternativa incorreta:
a - As florestas cobrem 40% do território do Rio Grande do Sul
b - A vegetação litorânea é formada por vegetação rasteira (mangues e restingas)
c - Nas áreas de maior altitude domina a mata dos pinheiros (araucárias)
d - A mata subtropical é a floresta dominante no Rio Grande do Sul

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL E DO BRASIL

06. Sobre a cultura Guarani, analise as afirmativas a seguir:
a - Não batiam, não gritavam, apenas castigavam seus filhos. Acreditavam que um banho frio pela manhã prolongava a vida
b - Coletavam erva-mate e frutos de plantas nativas. A caça era comunitária e o matador do animal repartia a carne com os outros caçadores
c - O Puxirum ou mutirão era o trabalho em grupo para ajudar na construção da roça ou de uma casa. O beneficiado pagava os ajudantes com bebida alcoólica
d - Quando chegava um hóspede na aldeia guarani, as mulheres praticavam a saudação lacrimosa: choravam baixinho e não cumprimentavam o visitante

Agora, assinale a opção que contém apenas as alternativas corretas:
a - A - D
b - B - D
c - A - C
d - B - C

07. Em 1704 os portugueses abandonaram a Colônia do Sacramento devido à invasão espanhola. Em 1715 a Colônia volta ao domínio de Portugal por decisão do Tratado:
a - De Lisboa
b - De Santo Ildefonso
c - De Utrech
d - De Madri

08. Sesmarias eram lotes de terra doados pela Coroa Portuguesa. Essas terras eram doadas a homens de posse e se transformaram em fazendas de criação de gado cavalar, vacum e muar. A primeira sesmaria foi doada em 1732 a _______________, nos campos de Viamão na praia das Conchas junto ao Rio _______________.

Assinale a opção que completa as lacunas de forma correta:
a - Manoel Gonçalves Ribeiro - Rio Mampituba
b - Antonio Vilela - Rio Gravataí
c - Manoel Gonçalves Ribeiro - Rio Tramandaí
d - Cristóvão Pereira de Abreu - Rio Tramandaí

09. No final de quase 10 anos de duração da Revolução Farroupilha, Duque de Caxias começou a tratar a concessão de anistia, com _______________ e _______________, excluindo Bento Gonçalves das negociações, que se exonerou da Presidência da República.
a - Domingos José de Almeida e David Canabarro
b - David Canabarro e Antônio Vicente da Fontoura
c - Paulino da Fontoura e José Gomes Vasconcelos Jardim
d - Antonio de Souza Neto e David Canabarro

10. Em janeiro de 1844, Bento Gonçalves e Onofre Pires bateram-se em duelo, sendo que Onofre Pires, ferido por espada, morreu. Bento Gonçalves retirou-se da Revolução entregando a Presidência para _______________ e o comando do exército para _______________.

Assinale a opção que completa corretamente as lacunas:
a - David Canabarro - Gomes Jardim
b - Giuseppe Garibaldi - Gomes Jardim
c - Gomes Jardim - Antônio de Souza Neto
d - Gomes Jardim - David Canabarro

11. A Revolução Federalista foi a mais desumana das revoltas gaúchas onde a degola foi utilizada de parte a parte. Este confronto aconteceu no ano de _______________, tendo como principais grupos envolvidos _______________ e _______________.

Assinale a opção que completa corretamente as lacunas:
a - 1923 - Borgistas e Assisistas
b - 1896 - Castilhistas e Pica-Paus
c - 1923 - Maragatos e Assisistas
d - 1893 - Maragatos e Pica-Paus

12. Presidente do Estado do Rio Grande do Sul conhecido por permanecer no poder durante cinco mandatos, o que ocasionou uma marcante revolta gaúcha em 1923:
a - Antônio Augusto Borges de Medeiros
b - Getúlio Vargas
c - Joaquim Francisco de Assis Brasil
d - Júlio de Castilhos

13. Sobre a Revolução ocorrida no Estado em 1923, podemos afirmar que:
A - Foi um movimento que tinha como chefe civil, Assis Brasil
B - Foi uma revolta que era a favor da permanência de Borges de Medeiros no poder
C - Visava evitar a posse de Borges de Medeiros, eleito Presidente do Estado, de forma fraudulenta
D - A paz foi assinada em Pedras Altas e tinha como condição, Borges de Medeiros não concorrer mais à Presidência do Estado

Assinale a alternativa que contém apenas as afirmativas corretas:
a - A - B - D
b - B - C - D
c - A - C - D
d - A - B - C

14. Ao assumir o governo do pais em 1930, Getúlio Vargas nomeou interventores para os Estados. No Rio Grande do Sul, assumiu:
a - Ernesto Dorneles
b - Flores da Cunha
c - Góes Monteiro
d - Daltro Filho

15. O Movimento pela Legalidade tinha por objetivo garantir a posse de João Goulart na Presidência da República em razão da renúncia do Presidente Jânio Quadros. O referido movimento foi lderado por:
a - Ildo Meneghetti
b - Walter Jobim
c - Leonel de Moura Brizola
d - Ernesto Dorneles

3ª PARTE: TRADIÇÃO, TRADICIONALISMO E FOLCLORE

16. Um dos símbolos do Movimento Tradicionalista Gaúcho, o Brasão de Armas foi aprovado durante o XII Congresso Tradicionalista Gaúcho realizado em 1966. Foi autor do projeto:
a - Antonio Augusto Fagundes
b - Hermes Gonçalves Ferreira
c - Glaucus Saraiva
d - Marco Melo Leiria

17. Um dos pratos especiais da gastronomia gaúcha é o ensopado de pirão de farinha de madioca com espinhaço de ovelha. A este prato, chamamos de:
a - Engasga-gato
b - Cola-gaita
c - Cadela-oveira
d - Cabo-de-relho

18. Em 05 de setembro de 1947, um grupo de jovens estudantes - o Grupo dos Oito - recebeu os restos mortais do General Farroupilha David Canabarro, transladados de _______________ para Porto Alegre.

Assinale a opção que completa a lacuna:
a - Santana do Livramento
b - Uruguaiana
c - Quaraí
d - São Luiz Gonzaga

19. Instrumento musical que surgiu no Rio Grande do Sul com o comércio da Guerra do Paraguai. Seu impacto no folclore gaúcho foi fulminante. Este instrumento é:
a - A rabeca
b - A gaita
c - A viola
d - O violão

20. Folguedo que rememora as vitórias de Carlos Magno sobre o islamismo em terras da Europa. Apresenta diversas figuras, entre elas os "pajens" e "porta bandeiras". A que folguedos nos referimos?
a - Bumba-meu-boi
b - Folia do Divino
c - Cavalhadas
d - Congadas

21. Quando se fala sobre a participação dos negros na história e na cultura do Rio Grande do Sul, erroneamente a primeira associação feita é com o período da escravidão, o qual os negros ultrapassaram dolorosamente. Por isso, é sempre importante lembrar que o povo negro nos deixou muitas contribuições culturais. "Dançantes" e "Tripulação" são elementos integrantes do folguedo trazidos pelos negros conhecido como:
a - Ensaio de Promessa de Quicumbi
b - Congadas
c - Terno de Santo Antonio
d - Ternos de Santos

22. O mate é encilhado quando já foi virado, para maior aproveitamento da cevadura ou erva-mate. Mas o último aproveitamento, é quando o mate está esgotado e na falta de outra cevadura o mateador se vale do: 
a - Mate lavado
b - Mate doce
c - Mate de sol
d - Mate curto

23. Sobre o Congresso Tradicionalista podemos afirmar que:
I - É a reunião, em Assembleia Geral, das entidades filiadas-efetivas
II - Traça diretrizes, rumos e princípios para o Movimento Tradicionalista Gaúcho
III - Tem por fim incrementar e popularizar as atividades tradicionalistas

Estão corretas as afirmativas:
a - I e II
b - Somente I
c - Somente II 
d - Todas estão corretas

24. Na literatura regional citamos importantes obras publicadas, entre as quais: Rodeio dos Ventos, Mão Gaúcha, A Rainha de Moçambique e Nativismo: um fenômeno social, todos de autoria de:
a - João Simões Lopes Neto
b - João Cezimbra Jaques
c - Érico Veríssimo
d - Luiz Carlos Barbosa Lessa

25. No Rio Grande do Sul, durante as Festas Juninas são homenageados os Santos do ciclo, entre os quais um que é considerado Protetor das coisas perdidas. Tinha uma força irresistível com as palavras e grande poder de pregação. Estamos nos referindo a:
a - São João Batista
b - São Paulo
c - São Pedro
d - Santo Antônio

26. O hábito de escolher para os filhos os nomes de santos e festejar o aniversário no dia do onomástico (Dia do Santo) faz parte da herança cultural que herdamos dos: 
a - Alemães
b - Italianos
c - Poloneses
d - Açorianos

27. "Lá no céu tem três estrelas
Todas três encarreiradas
Uma, é minha: outra, tua
E a outra é de quem quiser..."

Este versinho, que faz parte da literatura oral, chamamos de:
a - Quadrinha
b - Acróstico
c - Quadrinha de pé quebrado
d - Grafite

28. Cacimba, capenga, missanga, mandinga... são palavras que herdamos dos:
a - Negros
b - Postugueses
c - Espanhóis
d - Índios

29. Dança inventada pelos jovens dançarinos do 35 CTG, no ano de 1954:
a - Sarrabalho
b - Queromana
c - Pezinho
d - Tatu

30. Sobre a Convenção Tradicionalista, podemos afirmar ser da sua competência:
A - Aprovar, alterar e reformar o Regulamento Geral do MTG, códigos e demais regulamentos
B - Promover a aproximação fraternal dos tradicionslistas
C - Fixar os níveis das contribuições dos seus filiados e seu período de vigência
D - Criar, extinguir ou desmembrar Regiões Tradicionalistas

Assinale a opção correta:
a - B - C - D
b - A - B - C
c - A - C - D
d - A - B - D

Gabarito:
1 - b, 3 - a, 4 - a, 5 - a, 6 - d, 7 - c, 8- c, 9 - b, 10 - d, 11 - d, 12 - a, 13 - c, 14 - b, 15 - c, 16 - b, 17 - b, 18 - a, 19 - b, 20 - c, 21 - b, 22 - c, 23 - d, 24 - d, 25 - d, 26 - c, 27 - c, 28 - a, 29 - d, 30 - c

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Nada é tão nosso quanto os nossos sonhos!

Se em 2010 ousei sonhar em um maio gelado lá pras bandas do Coração do Rio Grande, foi porque tinha este sonho em mim, pulsando como o sangue que corre em minhas veias.

Se depois disso optei por não repetir a dose, foi porque talvez acreditasse que tudo tem uma razão, e na certeza de que um dia, tudo haveria de ter uma explicação.

Se por mais que passassem os anos a contagem regressiva pela Ciranda Estadual enchia meu coração, é porque no fundo eu sabia que os meus maiores sonhos de Prenda se veriam realizados nos "maios" a virem pela frente...


Como já citado aqui em outras oportunidades, ser Madrinha de uma Ciranda Cultural de Prendas foi além do que um dia eu poderia acreditar. Nunca ousei sonhar com tanto! E talvez por isso hoje meu coração transborda amor, felicidade e gratidão.

Que dias incríveis vivenciamos em Campo Bom.
Quanto carinho, quanta troca de afeto, quanto abraço caloroso, quanto olho no olho sincero!
Estou ainda anestesiada.

Foram horas e mais horas ao lado daquelas que eram o motivo de tudo:
73 meninas que ousaram confiar em um sonho especial, e que lá chegaram munidas de todo aprendizado adquirido nos últimos anos.

Que alegria poder compartilhar com vocês cada momento destes dias!
Foi especial, e cada uma tem um lugarzinho no meu coração ♥



E como a maioria (ou todos) aqui sabem, sou participante ativa do Movimento dentro da 24ª RT...
e é aqui que começa o "senta que lá vem história..." rsrs

Tenho amigos tradicionalistas, tenho coração, tenho sentimentos.
E novamente, quem me acompanha por aqui ou nas redes sociais sabe da minha amizade tanto pela Carol Scariot, 2ª Prenda do RS que de despediu, quanto pela Jéssica Herrera, com muito orgulho nossa 1ª Prenda Estadual.

Na Ciranda fui Madrinha, e de coração aberto fiz o possível pra estar próxima de TODAS, trocar ideias, dar e receber carinho, distribuir abraços, sorrir junto, acalmar quando necessário... e meu coração hoje está completamente tranquilo com a missão que me foi dada.
Foi completamente especial.

Longe de planilhas e comissões (acho que nem é preciso comentar o óbvio, né?), fui aquela Madrinha da Ciranda que tem o coração batendo mais forte SIM por alguma candidata em especial, e não vejo sentido em não poder expressar este sentimento, afinal, o Movimento se faz também de emoção.

E como falar em Ciranda sem falar de emoção?
Impossível. O Concurso é, e sempre foi emoção pura.

Pois bem, voltando ao foco...

Na madrugada de domingo ao ouvir as dicas que indicavam quem seria a 1ª Prenda do Rio Grande do Sul simplesmente não consegui conter o sorriso e as lágrimas que insistiram em cair!

A Jéssica, menina que a alguns anos ficou em 4º lugar no Concurso Regional como Juvenil, e anos depois conquistou o também 4º lugar no Estado em Passo Fundo, estava sendo anunciada como nossa representante maior. A menina que catou livros "velhos" entre mofos para estudar, que cresceu e virou uma mulher cheia de força e coragem, uma sucessora de encargo regional que só fez meu orgulho aumentar a cada dia... conquistava o seu, o nosso, maior sonho.

Quanto estudo, quanta dedicação, superação.
Hoje o Rio Grande sabe o teu valor, e ainda há de conhecer o quão grande é o teu coração.

Obrigada por me fazer acreditar, e me permitir vivenciar ao teu lado cada um das tuas conquistas. Sabes o quanto me orgulho da história que traçamos, e o quanto sou grata por ter a tua amizade.

Parece que a ficha ainda não caiu... mas aos poucos a realidade vai nos mostrando que esta conquista, muito merecida, é real e gigante do tamanho que sempre foram teus sonhos.



A todo pessoal da Comissão Organizadora, Movimento Tradicionalista Gaúcho, 30ª RT e CTG M'Bororé, meus agradecimentos pela acolhida e pelo grandioso evento que juntos realizaram.

Às meninas que representaram lindamente suas Regiões, meu sincero abraço e todo meu carinho. Já sinto saudades dos seus sorrisos e das nossas conversas ao longo da Ciranda.

Às nossas novas representantes Estaduais, muita luz e sabedoria pra trilhar este novo caminho que vai ser repleto de descobertas, crescimento e aprendizados. Que a união prevaleça, e que a felicidade seja constante.


E a todos que nos acompanham por aqui, minha gratidão!
Um abraço forte desta que já está na contagem regressiva pela 49ª edição do Concurso.
Esperarei, junto a 24ª RT, todos aqui na cidade de Lajeado de braços abertos em mais uma Ciranda de Sonhos.

Com amor.

terça-feira, 22 de maio de 2018

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 23



PROVA ESCRITA 48ª CIRANDA CULTURAL DE PRENDAS
CATEGORIA ADULTA – FASE ESTADUAL
1ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

01. Sobre o relevo do Rio Grande do Sul, podemos afirmar que a Depressão Central:
A - É formada por rochas sedimentares antigas, nas quais são encontrados calcário, xisto e carvão mineral
B - Nesta região corre o rio mais importante do Estado: o rio Jacuí
C - Assemelha-se a uma planície que se estende do leste a oeste do Estado
D - Possui regiões de grandes altitudes, onde encontra-se o ponto mais elevado do território rio-grandense

Assinale a opção correta:
a - a, c, d
b - b, c, d
c - a, b, c
d - a, b, d

02. Existem dois tipos de reservas ecológicas, um dos tipos são as unidades de proteção (que proíbem a exploração de seus recursos). Entre estas, podemos citar:
A - O Parque Nacional dos Aparados da Serra
B - A Estação Ecológica do Taim
C - O Parque Estadual de Itapuã
D - A Floresta Nacional de São Francisco de Paula

Assinale a opção que contém apenas as afirmativas corretas:
a - a, c, d
b - b, c, d
c - a, b, c
d - a, b, d

3. ANULADA

4. O Rio Grande do Sul tem uma forte tradição pastoril, pois foi através da pecuária que teve início a formação do Estado. O principal rebanho gaúcho é o de:
a - Suínos
b - Bovinos
c - Muares
d - Caprinos

5. A vegetação original do Rio Grande do Sul sofreu alterações desde a sua ocupação com o início da colonização. Hoje em dia há um esforço para o reflorestamento, que é o plantio de árvores com o objetivo de recomposição do ambiente natural. A vegetação comum nas margens dos rios e áreas úmidas é conhecida pelo nome de:
a - Mata subtropical
b - Mata dos Pinhais
c - Vegetação Litorânea
d - Mata de Galeria

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL E DO BRASIL

6. "As reduções indígenas criaram a necessidade de provimento alimentar a fim de que pudesse haver a fixação em locais específicos. Os jesuítas implantaram novas técnicas de produção agrícola e introduziram o gado".
Quando foi introduzido o gado no Rio Grande do Sul e por quem?
a - 1634, Padre Cristobal de Mendoza Y Orellana acompanhado do Padre Pedro Romero
b - 1634, Padre Roque Gonzales
c - 1635, Manuel Lobo
d - 1654, Padre Cristobal de Mendozza

7. Os índios Jês organizavam-se por clãs. O clã da lua era formado pelos _______________ e o clã do sol pelos _______________. Quais palavras, respectivamente e na ordem da questão, completam as lacunas de forma correta? 
a - Guerreiros e caçadores
b - Caçadores e guerreiros
c - Guerreiros e pescadores
d - Caçadores e pescadores

8. A história do Tropeirismo confunde-se com a ocupação portuguesa na Região Sul, pois era o principal meio de transporte no século XVIII e XIX. Reavivar sua memória é estabelecer os estágios iniciais da sociedade que se formou nas fazendas de criação de bovinos, equinos e muares, bem como nos pousos ao longo das trilhas das tropas. Sobre o caminho das tropas, qual o que se destacou por cruzar o Chuí, o Canal do Rio Grande, o Mampituba, entrava em Santa Catarina, passava por vários rios e pegava o caminho dos Ambrósios dirigindo-se a Curitiba?
a - Caminho das Missões
b - Caminho da Praia
c - Estrada da Serra
d - Caminho de Souza Farias

9. A Campanha da Legalidade foi liderada pelo Governador do Rio Grande do Sul até hoje lembrado por liderar o movimento que tinha por objetivo garantir a posse do Vice-Presidente da República, o gaúcho João Goulart. Quem era esse político?
a - Jânio Quadros
b - Leonel Brizola
c - Luiz Carlos Prestes 
d - Juscelino Kubitschek

10. Qual o nome do médico gaúcho que, em 1915, sob alcunha de "Amaro Juvenal", publicou o poemeto Antônio Chimango, fazendo uma crítica social e política a Borges de Medeiros, líder do Partido Republicano do Rio Grande do Sul?
a - Julio de Castilhos
b - Ramiro Barcelos
c - Gaspar Silveira Martins
d - Assis Brasil

11. As Missões Jesuíticas desenvolveram-se à frente de seu tempo. Historiadores contam que os povoamentos funcionavam de maneira exemplar devido à organização constante. Haviam lavouras individuais e coletivas, hora do lazer, hora da missa, oficinas para aprendizagem, dentre outros mecanismos de organização. O _______________ era o lugar que abrigava as mulheres solteiras e as viúvas. Qual palavra preenche corretamente as lacunas? 
a - Cabildo
b - Cotiguaçú
c - Tombo
d - Tupambaé

12. Em 1937, Getúlio Vargas fechou o Congresso Nacional, suspendeu as eleições marcadas e instalou o Estado Novo. Na ocasião, quem era o interventor no Rio Grande do Sul que deixou o governo para evitar derramamento de sangue e se exilou no Uruguai.
a - Flores da Cunha
b - General Osório 
c - Oswaldo Aranha
d - Borges de Medeiros

13. Em 1824 teve início a imigração alemã no Rio Grande do Sul. Como era conhecido o local para onde foram levados os primeiros imigrantes que chegaram ao Estado?
a - Porto dos Casais
b - Real Feitoria do Linho Cânhamo
c - Faixinal da Courita
d - Serra Gaúcha

14. O Paternon Literário foi criado em 1868, tendo como principal característica as ideias liberais, nativistas e abolicionistas. Dentre as figuras mais conhecidas do Paternon estão Apolinário Porto Alegre e José Antônio do Vale Caldre e Fião, este último autor das obras:
a - A Divina Pastora e O Corsário
b - O Corsário e Paisagens
c - Adelina e Noites de Verão
d - Os gaúchos e Bromélias

15. Um de nossos exímios pensadores no meio tradicionalista, Barbosa Lessa também era advogado, jornalista, historiador, compositor, contista e romancista. Com todas essas qualidades, não marcou apenas a história do tradicionalismo, mas também do Rio Grande do Sul. Dentre suas valiosas obras literárias destacam-se: 
a - A Retirada de São José do Norte e Manual do Tradicionalismo
b - Mão Gaúcha e Cancioneiro Guasca
c - Rua dos Cataventos e O Tempo e o Vento
d - A Rainha de Moçambique e Danças e Andanças da Tradição Gaúcha

3ª PARTE: TRADIÇÃO, TRADICIONALISMO E FOLCLORE

16. Os imigrantes poloneses muito contribuíram para preencher o vazio demográfico do nosso Estado deixando importantes contribuições. Entre essas contribuições podemos afirmar que:
a - A medicina caseira sempre foi muito forte entre os polacos
b - A integração destes imigrantes à sociedade gaúcha foi muito rápida
c - Foi destes imigrantes que herdamos as brincadeiras de faz de conta
d - O ovo de páscoa é patrimônio cultural genuíno que herdamos destes imigrantes

17. Aspectos como "a desintegração da nossa sociedade" e "o enfraquecimento do núcleo cultural" são abordados na tese:
a - Tradicionalismo e novas gerações, de Thereza de Almeida
b - A função acultuadora dos CTG's, de Carlos Galvão Krebs
c - O Sentido e o Valor do Tradicionalismo, de Barbosa Lessa
d - A importância da reforma agrária, de Ruy Ramos

18. Nosso Movimento, desde o seu início, sempre atraiu mentes brilhantes e artistas renomados. Uma de nossas referências até os dias atuais, dono de um dom incontestável, foi o primeiro presidente do conselho Coordenador do Movimento Tradicionalista Gaúcho, no período de janeiro a maio de 1960. Estamos nos referindo a: 
a - João Carlos D'Ávila Paixão Cortes
b - Jayme Caetano Braun
c - Antônio Augusto Fagundes
d - Barbosa Lessa

19. Entidade que se constitui no marco inicial do tradicionalismo sul-rio-grandense, voltada a fins lucrativos e inspirada na personalidade inconfundível do General Bento Gonçalves da Silva, segundo o estatuto reformulado na década de 50:
a - União Gaúcha - Pelotas
b - Centro Gaúcho - Bagé
c - Grêmio Gaúcho - Santana do Livramento
d - Grêmio Gaúcho - Porto Alegre

20. _______________ é a arte de colocar em movimento as peças de uma tradição. _______________ é, basicamente um Movimento. _______________ é um estado de consciência que busca preservar as coisas boas do passado, sem conflitância com o progresso, por cultos e vivências. Com base no livro ABC do Tradicionalismo, de Salvador Lamberty, qual palavra preenche corretamente as lacunas?
a - Tradição
b - Cultura
c - Folclore
d - Tradicionalismo

21. Desde seus primórdios, o Movimento Tradicionalista Gaúcho está constantemente envolvido em questões educacionais. Para a Ciranda Cultural de Prendas, as prendas desenvolvem um relatório de atividades no qual deve constar um projeto que envolve as escolas, denominado "MTG e a Comunidade Escolar". Na área artística não é diferente. Atualmente temos um importante festival que surgiu na década de 70, época em que o Movimento Brasileiro de Alfabetização empenhava-se em combater o alto nível de analfabetismo no Brasil. Este festival teve início com objetivo de elevar a autoestima da população e oportunizar o surgimento de novos valores artísticos. Estamos nos referindo ao:
a - FEGADAN
b - ENART
c - FECARS
d - Entrevero Cultural de Peões

22. Entre as bebidas tradicionais e muito antigas do nosso Estado, destaca-se uma "cachaça fervida com açúcar, canela e erva-doce", conhecida pelo nome de:
a - Jacuba 
b - Quentão
c - Consertada
d - Graspa

23. Sobre a Ciranda Cultural de Prendas é incorreto afirmar:
a - A fase Estadual da Ciranda realiza-se na região de origem da 1ª Prenda do Estado, com preferência no seu município, ouvindo o Coordenador Regional, a entidade detentora do título e o Conselho Diretor do MTG
b - A etapa Regional da Ciranda é organizada sob a responsabilidade da Coordenadoria Regional, assessorada pela Vice-Presidência de Cultura, através do Departamento de Concursos Culturais para Prendas e Peões e de um Conselheiro indicado pelo MTG
c - As prendas regionais e estaduais não perderão seus títulos de trocarem de entidade tradicionalista durante a gestão
d - A entidade de origem da detentora do título zelará no sentido de que sua representante possa desenvolver condignamente as atividades do cargo, tanto no âmbito local como em sua Região e no Estado do Rio Grande do Sul

24. "- Olha a banana e o abacaxi!
Aproveita, minha gente!
Aproveita e não demora,
A laranja tá se acabando
E o caminhão vai-se embora".
Estas formas de linguagem com as quais os trabalhadores anunciam seus produtos são conhecidos pelo nome de:
a - Refrão
b - Pregões
c - Trava-língua
d - Adágio

25. Os Guaranis chamavam de "caúna" a erva-mate:
a - De sabor forte
b - De má qualidade
c - De ótima qualidade
d - De sabor suave

26. Sobre a Convenção Tradicionalista assinale a alternativa correta:
a - Pode extinguir o MTG
b - Pode alterar os regulamentos e a Carta de Princípios do MTG
c - A mesa diretora dos trabalhos da Convenção Tradicionalista é constituída pelo Presidente, Vice-Presidentes e Secretário Geral do MTG, cada um deles no exercício de suas respectivas funções
d - No impedimento do Secretário Geral, deverá substituí-lo o Vice-Presidente de Administração e Finanças

27. "(...) e naquela noite mesmo fabricamos uma tocha farrapa. Não tinha ela um acabamento harmonioso, nem o brilho de um metal. Era uma peça rústica e nem podia ser de outra maneira, pois como estudantes-operários não despúnhamos de recursos monetários para pagar a alguém, para fabricar um archote com maior requinte, embora o ato assim merecesse."
O trecho citado acima, retirado do livro "Origem da Semana Farroupilha: Primórdios do Movimento Tradicionalista", de João Carlos Paixão Cortes, se refere aos jovens de 47, os quais, com simplicidade, deram início ao nosso Movimento. Quanto a estes, em qual alternativa podemos afirmar que ambos não faziam parte do "Grupo dos Oito"?
a - Barbosa Lessa e Orlando Jorge Degrazia
b - Ciro Dias da Costa e Glaucus Saraiva
c - Manoelito de Ornelas e Barbosa Lessa
d - Antônio João de Sá Siqueira e Manoelito de Ornelas

28. Na literatura regional do nosso Estado destacaram-se grandes talentos, entre os quais o jornalista Manoelito de Ornelas, autor da obra literária:
a - Rio Grande do Sul, prazer em conhecê-lo
b - Potreiro de Guachos
c - Gaúchos e Beduínos
d - Galpão de Estância

29. Quando se fala sobre a participação dos negros na história e na cultura do Rio Grande do Sul, erroneamente a primeira associação feita é com o período da escravidão, o qual os negros ultrapassaram dolorosamente. Por isso, é sempre importante lembrar que o povo negro nos deixou muitas contribuições culturais. Em qual das alternativas podemos dizer que temos somente contribuições negras?
a - Quibebe, mocotó, poncho e umbanda
b - Bambaquerê, alambique, monjolo e samba
c - Quicumbi, comidas de santo e uso do tipiti
d - Agê, uso de turbantes, umbanda e devoção à Nossa Senhora do Rosário

30. O costume de benzer os objetos da lavoura e das primícias não impediu a existência de rezadeiras, benzedeiras e da blasfêmia em desafio aos santos. Estes hábitos nos remetem aos imigrantes:
a - Espanhóis 
b - Italianos
c - Alemães
d - Portugueses

1 - c, 2 - c, 4 - b, 5 - d, 6 - a, 7 - a, 8 - b, 9 - b, 10 - b, 11 - b, 12 - a, 13 - b, 14 - a,  15 - d, 16 - d, 17 - c, 18 - b, 19 - d, 20 - d, 21 - b, 22 - c, 23 - c, 24 - b, 25 - b, 26  c, 27 - c, 28 - c, 29 - d, 30 - b

Ps.: quaisquer possíveis erros na digitação ou no gabarito são de responsabilidade do blog. Favor avisar para que possamos corrigir sem prejudicar o estudo de ninguém.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

48ª Ciranda Cultural de Prendas - Resultado

Olá amigos!!!

De quinta-feira a sábado aconteceu a 48ª Ciranda Cultural de Prendas na cidade de Campo Bom, culminando no domingo pela madrugada com o anúncio do resultado.

Com a participação de 72 prendas, nove delas viram o seu sonho ser realizado na conquista da tão esperada faixa de Prenda do Rio Grande do Sul *-*

E em 2019 tchê esperamos na cidade de Lajeado, na 49ª edição do Concurso, já que ficou com Jéssica Thaís Herrera, do CTG Tropilha Farrapa - 24ª RT, o grandioso título de 1ª Prenda!

Confere agora quem são todas as nossas novas representantes:

1ª Prenda Adulta
Jéssica Thaís Herrera – CTG Tropilha Farrapa
Lajeado – 24ª RT

2ª Prenda Adulta
Ana Maria Kolling Lamarque – CTG Querência Crioula
Giruá – 3ª RT

3ª Prenda Adulta
Tamara Trentini Rigo – CTG Pousada dos Tropeiros
Santo Antônio do Palma – 7ª RT

1ª Prenda Juvenil
Cristina Kunzler Diemer – CTG Missioneiro dos Pampas
Três Passos – 20ª RT

2ª Prenda Juvenil
Nathalia Yasmin Gregoski – CTG Dom Luiz Felipe de Nadal
Passo Fundo – 7ª RT

3ª Prenda Juvenil
Tayline Alves Manganeli – CTG Pedro Telles Tourem
São Francisco de Assis – 10ª RT

1ª Prenda Mirim
Letícia Soriano Coelho da Silva – 35 CTG
Porto Alegre – 1ª RT

2ª Prenda Mirim
Antônia Cardoso Gracióli Arend – CTG Sentinela da Querência
Santa Maria – 13ª RT

3ª Prenda Mirim
Ester Belegante Nervo – PL Pai João
Água Santa – 7ª RT


Fotos: Bruno Pavoni - Blog Cantinho Gaúcho

Parabéns gurias, por esta grandiosa conquista!
Não tenho a menor dúvida do merecimento de cada uma, foi uma experiência incrível e inesquecível vivenciar estes três dias ao lado de vocês!!!

Que tenham uma gestão iluminada, e de muita união.
Contem comigo! ♥

quarta-feira, 16 de maio de 2018

CTG Tropilha Farrapa realiza 2º Rodeio Artístico Estadual em 17 de junho

O CTG Tropilha Farrapa, da cidade de Lajeado - 24ª RT, estará realizando seu 2º Rodeio Artístico Estadual no dia 17 de junho, no Parque do Imigrante (local onde também será realizada a 3ª Inter-Regional do ENART neste ano de 2018).

O Rodeio contará com as modalidades de Danças Tradicionais e Danças Gaúchas de Salão, sendo que as inscrições podem ser enviadas para o e-mail tropilhafarrapa@yahoo.com, até o dia 13 de junho.

Acesse a ficha de inscrição aqui: Ficha de Inscrição 2º Rodeio Artístico CTG Tropilha Farrapa

Não deixe de prestigiar.
Estaremos esperando por ti!!!

Aproveite e conheça os palcos da 3ª Inter-Regional do ENART, que receberá as seguintes 
regiões -  7ª, 8ª, 11ª, 17ª, 19ª, 24ª, 25ª, 27ª, 28ª e 29ª - nos dias 20 e 21 de outubro.


terça-feira, 15 de maio de 2018

24ª RT divulga inscritos pra Ciranda e Entrevero Regional

Bom dia, bom dia!!!

Na noite de ontem foram recebidas oficialmente as inscrições para a Ciranda e Entrevero Regional da 24ª RT, a realizar-se nos dias 22, 23 e 30 de junho, no CTG Tropilha Farrapa - Lajeado, entidade mãe da atual 1ª Prenda Adulta, Jéssica Thaís Herrera.


Vamos conhecer as Prendas e Peões que terão a missão de nos representar na gestão na 2018/2019:

Categoria Piá
Aderson Ariel Schuh Debald - CTG Erva Mate - Venâncio Aires
Gabriel Bersch Schmidt - CTG Querência do Arroio do Meio - Arroio do Meio

Categoria Guri
Erick Nathan Erthal - CTG Querência do Arroio do Meio - Arroio do Meio

Categoria Peão
Daniel Artur Rauber - CTG Bento Gonçalves - Lajeado
Douglas Mateus Mallmann - CTG Querência do Arroio do Meio - Arroio do Meio

Categoria Pré-Mirim
Anna Carolina Storch Haupt - CTG Erva Mate - Venâncio Aires
Larissa Frantz - DTG Piazito da Tradição - Venâncio Aires
Lívia Dewes Fernandes - CTG Chaleira Preta - Venâncio Aires

Categoria Mirim
Amanda Fagundes - CTG Chaleira Preta - Venâncio Aires
Ana Júlia dos Santos - CTG Erva Mate - Venâncio Aires
Isabela Wiebusch Camara - CTG Rincão das Coxilhas - Teutônia
Stefany Caroline Schneider - CTG Querência do Arroio do Meio - Arroio do Meio

Categoria Juvenil
Anita Glória Rempel Fontana - CTG Querência do Arroio do Meio - Arroio do Meio
Aisha Francine Crescêncio - CTG Tropilha Farrapa - Lajeado
Bruna Hickmann - DTG Piazito da Tradição - Venâncio Aires
Cristini Zilio - GAN Anita Garibaldi - Encantado
Daiane Janes - CTG Raízes do Sul - Lajeado
Iasmin Seibert Haas - CTG Chaleira Preta - Venâncio Aires

Categoria Adulta
Cinthia Goettens - CTG Querência do Arroio do Meio - Arroio do Meio
Marina Mayer - CTG Erva Mate - Venâncio Aires

Desde já, meus desejos de muito sucesso a todos!
Que sejam momentos de muito crescimento e aprendizado. ;*

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Prenda Juvenil do CTG Saudades do Pago convida para evento

Bom dia!!!

É amanhã, dia 15, que acontece no CTG Saudades do Pago, de Butiá - 2ª RT, o projeto "CTG Núcleo de Fortalecimento da Cultura Gaúcha" promovido pela 1ª Prenda Juvenil da entidade.

Participe!!!

sexta-feira, 11 de maio de 2018

35 CTG realiza Jantar/Baile de Dia das Mães amanhã

O pioneiro 35 CTG, da cidade de Porto Alegre, realiza amanhã Jantar especial de Dia das Mães com apresentações artísticas e animação do Grupo Os Quatro Gaúchos.

O início é as 21h, e os ingressos podem ser adquiridos com integrantes das entidade, ao valor de R$ 25,00 sendo que a entrada apenas para o baile (sem janta) será R$ 15,00.

Prestigie!

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Quem são os responsáveis pelo futuro do Movimento?

Eu. Tu. Ele.
Nós. Vós. Eles.

Será justo pensar que apenas crianças e jovens são os responsáveis pelo futuro do nosso Movimento?
Será mesmo que cabe a eles esta responsabilidade, e não a nós?

Foto: Carolina Bouvie

O futuro depende totalmente do hoje!
O que EU estou fazendo em prol da nossa cultura, que valores EU estou transmitindo, o que EU sei sobre a nossa história, o quanto EU me importo com as mudanças nos regulamentos e o quanto EU estou por dentro do Movimento, de forma efetiva!

Fácil é culpar os outros... criticar obrigatoriedades (nem vamos entrar no tal assunto das bombachas porque já deu, né?) sem pensar no outro lado. É PRECISO que tenham "leis" e que estas sejam respeitadas! Participamos de um Movimento ORGANIZADO, e assim ele precisa ser para que valores continuem sendo resgatados. Se tu não concordas, faça a tua voz ter vez, se imponha, converse, procure se impor... nada é tão inflexível que não possa ser debatido.

Porém sabemos que modernismos não fazem parte, em um contexto geral, do Tradicionalismo Gaúcho e ponto.

Seja hoje o tradicionalista que tu deves ser. Assuma lideranças caso tu aches que a tua entidade não anda da forma que deveria, faça a tarefa no lugar daquele que tu achas que não faz direito, auxilie na resolução dos problemas, e jamais crie problemas novos.

O Tradicionalismo Gaúcho agradece muito se tu fores o tradicionalista que o Movimento merece... e não aquele que se acha muito "gauchão", mas que no fim das contas somente anda pra trás, e leva consigo outros tradicionalistas buraco abaixo.

Fale menos, e faça mais!
Faça a diferença, seja exemplo.

Sejas tu, o responsável pelo futuro do Movimento.

Ajude um gauchinho que luta pela VIDA

Solidariedade faz parte da nossa tradição! 

Pedimos a tua colaboração para o taurinha regional Thales Bergmann Motta que, com dois meses de idade já luta contra fibrose cística. Ele está internado no Hospital, em Porto Alegre, realizando diversos exames. E quando tiver alta, precisará de cuidados especiais. 

As entidades da 24ª RT estão mobilizadas em prol deste lindo gauchinho, e no dia 18/05 o CTG Tropilha Farrapa, de Lajeado, promoverá uma Tertúlia Beneficente com jantar e artistas convidados, por apenas R$ 15,00 (com janta), e R$ 10,00 (sem janta).


E também, sua ajuda pode ser feita através de depósito bancário:
Em nome de Madison Zambrano Motta
Agência: 0489
Cc: 3993-6
Op: 013
Caixa Econômica Federal

QUALQUER VALOR SERÁ MUITO BEM RECEBIDO!


Contamos com sua oração e colaboração! 
Esperamos tê-lo logo de volta aos nossos rodeios, junto com sua família! ♥